Home / Cabo Verde / Companhia Transportes Aéreos de Cabo Verde vai ser vendida na totalidade

Companhia Transportes Aéreos de Cabo Verde vai ser vendida na totalidade

A privatização da companhia aérea cabo-verdiana TACV prevê a venda total da empresa, sendo uma parcela de 51% reservada para um parceiro estratégico, uma outra de 39% para investidores institucionais e uma terceira de 10% para emigrantes e trabalhadores, de acordo com um decreto-lei publicado quinta-feira em Boletim Oficial.

Na fundamentação do decreto-lei que estabelece o regime jurídico da privatização do capital social dos Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) o governo afirma que a medida “advém da necessidade de se renovar o modelo económico dos Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV), para responder às solicitações dos cidadãos residentes, dos emigrantes e dos turistas.”

O parceiro estratégico será escolhido mediante critérios e objectivos estratégicos já fixados no próprio Decreto-lei de Privatizações, pode ler-se no decreto-lei agora publicado.

A TACV tem um passivo acumulado de mais de 100 milhões de euros, assegura agora apenas as ligações internacionais, depois de o governo ter entregado as ligações domésticas a companhia Binter Cabo Verde, tendo estado sem poder efectuar voos devido a uma avaria num dos motores do seu único avião para ligações de longo curso-

Em Agosto passado, o governo de Cabo Verde assinou um acordo com a companhia aérea Lofteidir Icelandair, do grupo Icelandair, para gerir a Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) válido por um ano, com possibilidade de renovação para preparar a companhia aérea cabo-verdiana para ser alvo de um processo de prtivatização.

...
.